A experiência de sonhar fora do corpo: EFC

EFC – Experiência Fora do Corpo – é um fenômeno que ocorre quando nos deslocamos para fora do corpo físico, o soma, empregando para tal um outro corpo, extrafísico, composto por outro tipo de matéria, mais sutil, em outra escala vibratória daquela que conhecemos.

Todas as pessoas tem EFCs. Isso se dá naturalmente quando dormimos, pois, as diferenças vibratórias que surgem entre os diversos corpos, em virtude do relaxamento provocado pelo sono, produzem uma descoincidência natural e também necessária para o completo refazimento do soma que repousa.

Por ser um fenômeno universal, independente de raça, sexo, idade ou condição ética, as EFCs receberam muitas denominações ao longo do tempo, sem as mais conhecidas no Brasil: projeção da consciência, projeção astral, viagem astral, desdobramento e arrebatamento.

A maioria das pessoas nunca se dá conta disso. Algumas pessoas, contudo, as vezes, despertam fora do corpo físico ou durante o processo de descoincidência/reco incidência. São pegas assim em situações para as quais não foram educadas ou preparadas, pois, estudar fenômenos com as EFCs ainda não faz parte das lições básicas de vida em nosso mundo. Sofrem, por isso, passando por estados que variam da curiosidade ao medo e pânico. Não é raro pensar-se que está enlouquecendo. No Brasil, país de muitos católicos, é comum encontrar pessoas que fizeram promessas para não mais passarem pelo terror de se verem fora de seus corpos.

Dúvidas Comuns Sobre EFCs

A dúvida mais frequente dos iniciantes em EFCs é se existe algum perigo na mesma. O maior perigo dessa experiência é o desmontar a concepção sobre a vida e o universo que nos é imposta pela sociedade materialista em que vivemos, tornando-nos mais lúcidos sobre tudo. Você consegue imaginar algo mais “subversivo” do que isto? Com relação a problemas para a saúde ou para a vida, não existem casos registrados de pessoas que morreram porque se projetaram. Isso apesar de mais de 100 anos de literatura dedicada ao assunto. A ausência de relatos não significa que não seja possível uma pessoa morrer estando fora do corpo. Se as pessoas morrem dormindo, é natural que morram também durante uma EFC. Mas nesse caso, trata-se da morte natural que ocorreria seja lá qual fosse o estado de manifestação em que a consciência estivesse. A morte do corpo físico nada mais é do que uma EFC definitiva, sem retorno ao corpo físico. Pode-se dizer, portanto, que as EFCs são uma preparação para a morte. O que você prefere: saber o que vai encontrar ou encarar o desconhecido as escuras?

Pessoas completamente despreparadas e com alto índice de projetabilidade, o que pode ocorrer na infância ou adolescência, podem ficar perturbadas e ser encaradas como doentes mentais, sendo internadas em clínicas e submetidas a tratamentos com psicotrópicos que acabam por destruir sua capacidade cognitiva. Para esses casos, o melhor tratamento é uma educação adequada quanto às EFCs, como controlá-la e usá-la em seu benefício.

Muitas pessoas tem medo de ter EFCs e não conseguirem voltar ao corpo. Na realidade, durante uma EFC, permanecemos conectados por um poderoso elo energético, nem sempre visível, frequentemente denominado cordão de prata, que torna inevitável a volta da consciência ao corpo. Ao contrário do que se pensa, o problema não é “como voltar ao corpo” e sim “como não voltar de imediato”, pois as EFCs conscientes para a maioria das pessoas são raras e muito rápidas pois o corpo físico nos puxa de volta o tempo todo.

Outro medo muito comum é o de que alguém tome nosso copo físico enquanto estamos projetados. Isso na realidade não pode ocorrer pois a simples aproximação de uma consciência extrafísica do nosso corpo físico, quando projetados, já é suficiente para provocar a imediata reinteriorização.

Níveis de Consciência e Lucidez

Ter EFCs não significa estar sempre consciente.

Existem níveis de EFCs com relação à lucidez da experiência.

De um modo geral, elas podem ser classificadas como:

EFC Inconsciente: A consciência não sabe que está ou que esteve projetada.

EFC Semiconsciente: A consciência oscila entre a lucidez e a inconsciência.

EFC Consciente: A consciência sabe que está fora do corpo

Durante EFC inconsciente temos o sono, sonhos e pesadelos.

Durante a EFC semiconsciente, podemos misturar sonhos (criações internas, puramente mentais) e a realidade extrafísica.

A EFC semiconsciente é mais conhecida como sonho lúcido.

Na EFC consciente, sabe-se que está fora do corpo físico sem sombra de dúvidas. Mesmo nesse estado, o grau de lucidez varia muito, podendo ser genericamente classificado da seguinte maneira:

40% de lucidez: A qualidade do pensamento e das percepções deixam a desejar

60% de lucidez: É possível pensar e agir quase normalmente

80% de lucidez: Equivale ao estado da vigília física, quando estamos despertos e atentos

100% de lucidez: Estado de superconsciência; EFC de corpo mental com todas as capacidades potencializadas.

fonte: metaconsciencia.com